Mulher morre nove dias depois de ser baleada pelo marido em fazenda

Francisca teria levado tiro na clavícula, mas bala atravessou as costas; crime aconteceu em fazenda no Pantanal de Corumbá

Francisca Jorge da Rocha, de 55 anos, morreu na madrugada de domingo (22), após nove dias internada em hospital, por ter sido baleada nas costas. O principal suspeito do crime de mais um feminicídio em Mato Grosso do Sul, é o marido de Francisca, de 57 anos. 

O crime teria acontecida há nove dias, em uma fazenda no Pantanal de Corumbá, distante 419 quilômetros de Campo Grande. A fazenda fica distante 200 quilômetros de Coxim, para onde Francisca foi levada para atendimento médico.

Conforme informações do Diário Corumbaense, o capataz da fazenda relatou à polícia que a vítima foi ferida com um tiro na clavícula, mas a bala teria atravessado as costas. 

Francisca foi socorrida em uma aeronave e levada para Coxim, onde recebeu atendimento médico e permaneceu internada até receber alta. No entanto, ao ser liberada, a mulher foi para a casa de parentes em Pedro Gomes, mas passou mal novamente devido ao ferimento. 

Ela novamente foi encaminhada para o hospital de Pedro Gomes, mas não resistiu e morreu na madrugada de domingo (22). Não há informações se o suspeito foi localizado e preso. O caso foi registrado na DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) de Corumbá. 

Mais notícias