Mulher encontrada morta seminua saiu com grupo de pessoas de bar no Nova Lima

Polícia investiga caminho que mulher fez e com quem ela saiu do bar, poucas horas antes de morrer

Rosana dos Santos Dantas, 32 anos, encontrada morta seminua em um córrego no bairro Nova Lima, em Campo Grande, no dia 3 deste mês, teria saído com um grupo de pessoas do bar onde estava horas antes do corpo ser localizado.

A Polícia Civil informou ao Jornal Midiamax que investiga o caminho que a mulher fez e com quem ela saiu do bar. Rosana teria ingerido uma quantidade grande de bebida alcoólica no local.

O delegado Sérgio Luiz, da 2ª Delegacia de Polícia de Campo Grande, continua com as oitivas, de familiares, amigos e pessoas que estariam no bar na noite anterior à morte da mulher.

Caso

De acordo com as informações da polícia, Rosana teria saído na noite anterior com algumas amigas, até um bar que fica na proximidade da casa onde morava. O marido foi até o local, onde ficou por algum tempo, mas foi embora após uma discussão.

O corpo foi localizado na manhã de domingo (3) por moradores que tomavam banho no rio do bairro Nova Lima. A princípio, as testemunhas acharam que fosse um travesseiro boiando. No entanto, ao se aproximarem, perceberam que era corpo de uma mulher.

O delegado disse que não descarta nenhuma linha de investigação. “As mais fortes são homicídio ou um afogamento acidental”, ressaltou. Sérgio aguarda laudos também para saber se a mulher sofreu abuso sexual ou violência física.

Mais notícias