Prorrogada por mais 90 dias permanência da Força Nacional em Caarapó

Portaria é assinada pelo ministro Sérgio Moro

Portaria n. º 611 publicada no DOU (Diário Oficial da União) desta terça-feira (02) e assinada pelo ministro de Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, prorroga por mais 90 dias a permanência da Força Nacional em Caarapó. Os militares atuam no município desde 2016, após ataque que resultou em morte de um indígena.

Conforme a portaria, os agentes da Força Nacional atuarão no policiamento ostensivo na modalidade patrulhamento motorizado. Eles darão apoio aos órgãos de segurança pública do Estado, com o intuito de prevenir conflitos agrários por questões fundiárias. Também deverão ajudar as forças policiais de MS a coibir o tráfico de drogas, contrabando, armas e munições, dentre outros crimes na região de fronteira, segundo apontou a publicação oficial.

A portaria considerou solicitação feita pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), conforme ofício enviado em 11 de junho. As ações da Força Nacional serão feitas em apoio à Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública).

Em Caarapó desde 2016, os agentes poderão ter o prazo de permanência novamente prorrogado caso seja necessário. A ida deles ao município ocorreu após o ataque e morte do Guarani-Kaiowá e agente de saúde indígena Cloudione Rodrigues Souza, de 26 anos. Além de Caarapó, a Força Nacional atua em Ponta Porã.

Mais notícias