Publicidade

‘Justiceiros da fronteira’ executam 2 e decepam mão de jovens apontados como ladrões

Jovens tiveram as mãos decepadas e foram executados na noite desta quarta-feira (05) na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero na fronteira com o Brasil em Ponta Porã, cidade a 320 quilômetros de Campo Grande. As vítimas fatais foram identificadas como Edson Escobar e Rodrigo Sanches Cano, ambos de origem paraguaia. 

Um bilhete manchado de sangue foi encontrado próximo aos corpos. “Não roubar mais na fronteira, este aviso é a todos os ladrões de camionetes, assina os justiceiros da fronteira”.

Outro jovem paraguaio, de 18 anos, conseguiu fugir, porém teve uma das mãos decepada, levou um tiro na altura do rosto no ataque dos ‘justiceiros’ e foi levado para atendimento médico em estado grave.

De acordo com o site Porã News, por volta das 19h40, quatro homens, em uma Toyota Fortuner, chegaram em uma oficina mecânica no Bairro Parque del Sur.

Segundo testemunhas, as vítimas estavam com outras pessoas, ingerindo bebida alcoólica em uma oficina mecânica, no momento em que os autores chegaram. Alguns conseguiram fugir, porém os autores levaram os três do local.

O rapaz de 18 anos que conseguiu fugir foi encontrado em uma estrada vicinal da colônia Fortuna Guazu e, dali,  foi levado para atendimento. Durante buscas na região, a polícia encontrou o corpo das outras duas vítimas.

Mais notícias