Justiça concede liberdade provisória para idoso que agarrou amiga da neta de 12 anos

Ele segurou o rosto da menina e a beijou

A justiça concedeu liberdade provisória para o idoso de 72 anos suspeito de agarrar e beijar a força a amiga de sua neta de 12 anos. Ele passou por audiência de custódia na manhã desta segunda-feira (9).

O idoso passou por audiência de custódia pela manhã, e teve sua prisão em flagrante pelo crime de importunação sexual convertida para liberdade provisória. Como medidas cautelares, ele está proibido de se ausentar da comarca, deverá comparecer em juízo a cada 30 dias e não poderá frequentar bares e afins.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a vítima de 12 anos havia ido passar o sábado (7), na casa de sua amiga.

Ao entrar na varanda foi recepcionada pelo avô da colega, que segurou seu rosto e a beijou a força na boca. Assustada, a menina aos prantos ligou para a mãe contando o que havia acontecido.

Em depoimento, ele negou que havia beijado a menina na boca alegando que deu um beijo em seu rosto. O caso foi registrado na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

Mais notícias