Julgamento de PRF que matou empresário em briga de trânsito será nesta quinta

Juiz proibiu uso de uniformes dos policiais, camisetas ou qualquer acessório que faça alusão ao julgamento

Está marcado para quinta-feira (30), às 8 h, o julgamento do policial rodoviário federal Ricardo Hyun Soo Moon, acusado de matar o empresário Adriano Corrêa, de 33 anos, em dezembro de 2016, na Avenida Ernesto Geisel, em Campo Grande.

O julgamento teve início no dia 11 de abril, mas teve de ser cancelado, pois um dos sete jurados teve crise de hipertensão e ansiedade. Na quinta, a audiência será realizada pela juíza Denize de Barros Dódero. Segue mantida a decisão do juiz Carlos Garcete, que proibiu o uso de uniformes dos policiais rodoviários federias; camisetas, acessórios ou qualquer outro objeto que faça alusão ao julgamento, tanto por amigos e familiares da vítima, quanto do réu. Somente fora do prédio do fórum serão permitidas manifestações de apoio ao acusado, ou às vítimas.

O juiz pronunciou o policial pelo crime de homicídio qualificado, por motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima, e duas tentativas de homicídio com as mesmas qualificadoras.

Julgamento de PRF que matou empresário em briga de trânsito será nesta quinta
Mais notícias