Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Jovem que abastecia festas eletrônicas e vendia no ‘disk-drogas’ é preso na Capital

Melvis Salustiano dos Santos, 25, foi preso com 80 comprimidos de ecstasy, 7,4 kg de maconha já fracionadas em uma casa conhecida como “QG” de “disk-droga” na região da Vila Planalto, a uma quadra de uma escola municipal em Campo Grande. A prisão e apreensão foi feita pela Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico).

De acordo com a polícia, a investigação iniciou-se em relação ao tráfico de drogas feita por Melvis, em festas eletrônicas. Além disso, ele também vendia o entorpecente no “disk-droga”. Além da droga, na casa do autor, havia apetrechos para o fracionamento e embalagem para a venda.

Melvis disse que alugou o imóvel para servir de depósito e preparo da droga, chamado de “QG”. Ainda segundo a polícia, ele possuía uma estrutura completa para realizar o fracionamento e embalagem da droga, como seladoras de embalagens plásticas a vácuo, balanças de precisão, além de apetrechos apreendidos.

O rapaz também mantinha um laboratório rudimentar, porém eficiente, para a produção de haxixe, produto que possui grande quantidade de THC e de valor elevado para a venda. Além disso, ele fornecia papel de seda, próprio para a elaboração de cigarros de maconha, e um chaveiro em formato de folha de maconha, com o intuito de fidelizar e identificar seus clientes

 

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...