Jovem esfaqueada pela prima sai da UTI e segue estável

Prima disse que vítima 'estava tirando com sua cara'

A jovem de 20 anos que foi esfaqueada pela própria prima na noite do último sábado (2) em Campo Grande, já saiu da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e foi levada para enfermaria. O quadro de saúde é considerado estável, conforme a assessoria da Santa Casa.

De acordo com testemunhas, no dia do crime a vítima estava sentada na frente da casa tomando tereré com outras pessoas. A suspeita, de 26 anos, já havia passado algumas vezes em frente ao local, consta no boletim de ocorrência.

Em certo momento, ela pediu um isqueiro. Um jovem que estava na frente da casa então entrou na residência para pegar o isqueiro. Ele conta que dentro da casa, ouviu barulhos e gritos de socorro da jovem, que estava com a mão no pescoço. Após o esfaqueamento, a suspeita fugiu do local.

Segundo a Polícia, a autora do crime desferiu três facadas na vítima.

Prisão

Durante seu depoimento após sua prisão no domingo (3), a jovem de 26 anos que esfaqueou a prima, disse que a vítima estava ‘tirando com sua cara’. Gabriela do Santos Linardi, de 26 anos, disse que estava passando em frente à casa onde estava a vítima na frente, quando ela passou a ‘tirar com sua cara’ sendo que se levantou e foi a sua direção com um copo de vidro nas mãos. Gabriela diz que para se defender retirou do sutiã uma faca de cozinha e desferiu os golpes no pescoço de sua prima.

Ainda durante o depoimento, a autora contou que não tinha intenção der matar a prima, e que andava com a faca para se defender do ex-marido que a ameaça com frequência. Ela ainda contou que jogou na faca no córrego após o crime.

Mais notícias