Irmão tenta matar a tiros suspeito de assediar adolescente

O jovem usava tornozeleira eletrônica e foi localizado

Jovem de 19 anos foi preso na última sexta-feira (29) por tentativa de homicídio e posse irregular de arma de fogo na região da Vila Nasser, em Campo Grande. Ele passa por audiência de custódia nesta segunda-feira (2) e seria o autor dos tiros contra um homem de 56 anos, que ficou em estado grave.

Conforme a polícia, a vítima estava em um bar quando o jovem de 19 anos passou atirando, a atingindo três vezes. O homem foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levado para a Santa Casa, com ferimentos graves. Ele conseguiu relatar que o autor dos tiros era ‘Carlão’.

Em buscas, os policiais da 11º CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar) conseguiram localizar Carlos Alexandre Soares. Ele afirmou que não era o autor dos disparos e disse que um amigo dele era quem tinha atirado contra a vítima. Ainda conforme Carlos, ele é membro do PCC (Primeiro Comando da Capital) e a vítima do CV (Comando Vermelho), por isso o teria entregado.

Segundo Carlos, o homem de 56 anos assediou a filha do padrasto dele, uma adolescente de 16 anos. O fato foi confirmado pela jovem, que disse que estava em casa quando o homem chegou e ofereceu dinheiro para que ela tivesse relação sexual com ele, mas se negou. Momentos depois um amigo de Carlos teria ido ao local e chamado ele para ‘conversar’ com o suspeito.

A dupla foi em duas motocicletas até o bar onde o homem estava. O amigo de Carlos não foi localizado para prestar esclarecimentos sobre os fatos. Carlos usa uma tornozeleira eletrônica, pois cumpre pena por tráfico de drogas, e chegou a se debater na viatura dizendo que não deveria ser preso e que queria passar o natal com a namorada este ano. Ele foi levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Mais notícias