Investigado por estuprar 3 filhas, enteada e sobrinha é indiciado pela polícia

Abusos aconteceram durante 4 anos em Campo Grande

Um homem de 34 anos, foragido da justiça do Paraná, foi indiciado por estupro de vulnerável, acusado de abusar sexualmente de três crianças e duas adolescentes. Ele foi preso na semana passada em Campo Grande, após uma das vítimas contar para um professor sobre o crime, que ocorria há cerca de 4 anos.

De acordo com a delegada Anne Karine Sanches Trevisan, da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), ele estuprava as três filhas, de 1 ano, seis anos e 12 anos, a enteada de 15 anos e uma sobrinha de 17 anos.

A delegada explicou que durante as investigações, foi descoberto que o suspeito tinha contra si um mandado de prisão em aberto expedido pela justiça do Paraná, pois era dado como foragido. “Ele foi preso por isso, mas também representamos pela prisão preventiva em razão dos cinco estupros”, disse.

O homem cumpria pena no estado vizinho em regime semiaberto,  por atentado ao pudor, e em uma de suas oportunidades aproveitou-se para fugir com a família para Mato Grosso do Sul, fixando residência no Jardim Samambaia. Ainda de acordo com a delegada, todos os abusos cometidos por ele eram explícitos, e aconteciam na frente de outras vítimas.

“Elas não tinham coragem de denunciar por conta do medo. Era uma situação muito difícil para elas”. O suspeito está recolhido no Estabelecimento Penal de Segurança Máxima Jair Ferreira de Carvalho, no Complexo Penitenciário do Jardim Noroeste.

Mais notícias