Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Integrante do PCC invade salão e ameaça cabeleireiro ao cobrar ‘taxa de funcionamento’

Ainda pediu para cabeleireiro cortar seu cabelo

Um suposto integrante da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) foi preso neste sábado (16), na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Leblon, depois de invadir um salão de cabeleireiro na região. A vítima e o autor entraram em luta e o bandido acabou ferido a facadas procurando ajuda na unidade de saúde.

O suposto integrante teria invadido o salão no início da tarde deste sábado (16) avisando que o dono do local tinha de pagar a ele R$ 10, já que comandava a região. O bandido ainda falou que tinha uma tatuagem nas costas com símbolo da facção. Com medo, o comerciante deu o dinheiro ao homem, que foi embora em seguida.

Mas, horas depois ele voltou e invadiu novamente o salão ameaçando de morte o cabeleireiro. O suposto integrante do PCC estava armado com uma faca e fez o cabeleireiro cortar seu cabelo. Depois, exigiu que a vítima entregasse seu carro a ele, se não ligaria para seus irmãos de facção e mandaria todos irem até o estabelecimento.

Neste momento, os dois entraram em luta e o cabeleireiro conseguiu retirar das mãos do autor a faca, o esfaqueando nas pernas. O bandido, então, fugiu pulando os muros. A guarda-municipal foi chamada e encontrou o bandido recebendo atendimento médico na UPA do Leblon. A vítima reconheceu o autor, que foi levado para a delegacia.

 

 

 

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...