Idosa de 83 anos que foi espancada e amarrada morre em hospital

Ficou 35 dias em coma na Santa Casa

Morreu na noite desta quarta-feira (24), na Santa Casa de Campo Grande, a idosa de 83 anos, Maria da Conceição Silva, depois de ficar 35 dias em coma, após ser espancada e amarrada em cima da cama, na cidade de Coxim –  a 253 quilômetros da Capital.

Maria não resistiu as agressões, já que sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) ao ser amordaçada faltando oxigênio no cérebro, o que pode ter levado a morte, segundo familiares.

Jeferson Torres Marques de 21 anos foi preso menos de 12 horas do crime, e inicialmente negou, mas depois confessou que agrediu a idosa e roubou uma motocicleta da casa. Em depoimento, ele ainda disse ter usado drogas no dia do crime e ter esperado o neto de Maria dormir para cometer o roubo.

Segundo o site Coxim Agora, o neto de Maria foi quem encontrou a avó amarrada e amordaçada em cima da cama, com vários hematomas pelo corpo. Ela foi levada até o hospital da cidade, mas devido ao seu estado de saúde foi transferida para Campo Grande, onde morreu na noite desta quarta (24).

Mais notícias