Morto em conveniência foi preso por narcotráfico em 2013

Morto no início da noite desta segunda-feira (15), Reinaldo Benitez Ortiz, “Reinaldinho” ou “Macumbinha”, 43 anos, havia sido preso juntamente com sua esposa no ano de 2013 quando foi pego vendendo drogas no município de Dourados – distante a 225 quilômetros de Campo Grande.

A denúncia relata que Reinaldo foi preso no bairro BNH 3° plano com outra pessoa, um adolescente, onde possuíam um deposito para venda que no interior haviam cerca de 8 porções contendo 73 gramas de cocaína e uma porção contendo 20 gramas de maconha. Além das drogas, foram apreendidos bens e valores que seriam da venda das drogas.

Conforme aponta o processo envolvendo Reinaldo, os policiais que foram até o depósito estavam cumprindo mandado de busca e apreensão na considerada “boca de fumo”. Na sentença proferida em outubro de 2013, Reinaldo Benitez foi condenado há 15 anos de prisão por envolvimento no tráfico e lavagem de dinheiro.

Crime

Reinaldo Benitez Ortiz, o “Macumba” foi morto em uma conveniência no Jardim Guanabara, também em Dourados. O comerciante estaria na conveniência localizada na rua Fernando Luiz Viegas, quando o assassino chegou e disparou diversas vezes contra o homem, que ainda tentou se esconder dentro do estabelecimento, mas não conseguiu. O socorro foi acionado, porém, quando chegou ao local a vítima já estava morta.

Mais notícias