Executado na fronteira havia deixado família em São Paulo

No entanto, mudou-se do Paraná

Foi identificado como Osmar Pereira de Souza, de 39 anos, o homem que foi executado a tiros e teve o corpo deixado em uma estrada no domingo (14), na região do rodoanel de Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande. Familiares prestaram informações à Polícia Civil que auxiliaram na identificação.

De acordo com o site Porã News, quando Osmar foi encontrado morto, não portava documentos. A família disse que ele havia saído de São Paulo para morar no Paraná e, posteriormente, mudou se- para Mato Grosso do Sul, para morar na fronteira com o Paraguai. 

Os familiares não souberam apontar se o homem tinha envolvimento com o crime. O local onde o corpo foi deixado é conhecido por ser usado como ponto de desova de cadáveres de executados por pistoleiros. O corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal), para ser submetido a exames antes de ser liberado.

Mais notícias