Homem é preso pela polícia após ter sido acusado de atirar contra militares do CMO

Crime aconteceu em 2015 e foi condenado em 21 anos de prisão

 

Foi preso nesta sexta-feira (12) em Bodoquena – a 265 quilômetros da Capital, Willian Parra Gonzáles, 25 anos que possuía um mandado de prisão e sentença no qual a pena atingia 21 anos de reclusão em regime fechado. A prisão aconteceu pela DEH (Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes de Homicídios) e da Delegacia de Polícia Civil de Bodoquena.

Willian estava foragido desde o ano de 2015 quando, ainda em Campo Grande, disparou cerca de seis tiros contra dois militares do Exército que estavam em frente à entrada do (Comando Militar do Oeste).

De acordo com uma das vítimas, o rapaz estava em uma motocicleta e usando farda do exército, quando passou efetuando os disparos e atingindo a perna e o pé de uma das vítimas.

Após a tentativa de homicídio, Willian se mudou para Bodoquena e desde então residia no município, mas foi preso nesta sexta, após levantamentos feitos pela polícia que levaram até o foragido.

Homem é preso pela polícia após ter sido acusado de atirar contra militares do CMO
Mais notícias