Funcionário da alfândega é executado a tiros enquanto tomava tereré na fronteira

Vítima estava em casa quando foi alvo dos disparos. Atiradores fugiram

Na manhã deste sábado (3), Édgar Isfrán foi assassinado a tiros em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz divisa com Ponta Porã, a aproximadamente 346 quilômetros de Campo Grande. Ele foi executado a tiros enquanto tomava tereré em casa, próximo a uma emissora de rádio que pertence a um deputado.

Informações do site ABC Color dão conta que Édgar trabalha na alfândega e estava em casa por volta das 10 horas quando foi surpreendido pelos pistoleiros. Ele tomava tereré quando dois homens teriam chegado em uma motocicleta vermelha.

Conforme testemunhas, um dos ocupantes da moto desceu, atirou contra Édgar e a dupla fugiu em seguida. A vítima ainda foi encaminhada para um hospital por familiares, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Mais notícias