Foragido por dois homicídios é preso depois de 27 anos em MS

Em um dos casos, ele arrancou orelhas e órgão genital da vítima

Ação conjunta entre a DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios) e a Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira), resultou na prisão de José Valentim de Souza, de 67 anos, que há 27 anos estava foragido da Justiça. Ele foi condenado a 36 anos de prisão em regime fechado.

Segundo a Polícia Civil, José cometeu dois homicídios, nos anos de 1992 e 1999. Durante investigações, a DEH descobriu que o réu estaria escondido no município de Douradina. Com apoio da Defron, que tem sede em Dourados, José foi localizado e preso em cumprimento ao mandado de prisão expedido pela Comarca de Execução Penal de Campo Grande.

Crimes

O primeiro crime foi uma pistolagem e ocorreu no ano de 1992, quando o autor executou, mediante disparos de arma de fogo, João Aparecido Ferreira. Já o segundo foi no ano de 1999, na Fazenda Estrela. De acordo com a DEH, Alceu Fernandes Neto, foi morto no dia 12 de janeiro daquele ano, com golpes de um cano metálico (cabo de marreta).

A vítima foi atingida na cabeça e nas costas. Após a ação, José enterrou o corpo de Alceu e, não satisfeito, após ingerir bebida alcoólica, narrou a prática do crime a outros peões chegando a desenterrar o corpo da vítima, cortando-lhe as orelhas e órgão genital, enterrando-o novamente. Durante as investigações, José afirmou ter matado para preservar sua honra, pois havia sofrido uma traição devido a infidelidade de sua companheira.

 

Mais notícias