Fim do mistério: polícia localiza condutor envolvido no acidente que matou jovem em Campo Grande

Condutor disse que não viu o jovem se aproximar de moto antes do acidente

Investigadores da Quinta Delegacia de Polícia Civil encontraram o condutor que se envolveu em um acidente que matou Jhonatan dos Santos Salina, 22, na madrugada deste domingo (08) em Campo Grande. O jovem transitava em uma moto e morreu após colisão no cruzamento da Avenida Campestre com a Rua Sabrina, região do Bairro Aero Rancho.

Jhonatam seguia em uma motocicleta que chocou-se com um veículo Chevrolet Corsa Sedan, dirigido por um motorista de ônibus de 40 anos. Temendo por sua integridade física, o motorista saiu do local, porém, ele disse na delegacia que retornou ao cruzamento após 30 minutos, mas não havia ninguém.

O motorista contou que transitava na Avenida Campestre no sentido leste – oeste, quando houve a batida contra a moto, que seguia no sentido contrário. O motorista falou que não viu a moto se aproximando, no momento em que fez conversão à esquerda para entrar na Rua Sabrina, quando houve o acidente. A moto de Jhonatan bateu na porta do passageiro do Corsa durante a conversão do carro.

Após verificar imagens de câmeras de segurança, os investigadores encontraram o Corsa Sedan na casa do motorista, morador de um bairro da região. O carro estava coberto por uma lona, quando os policiais civis foram ao local.

Na delegacia, o motorista disse que estava sozinho no veículo, retornava da casa de sua irmã e não havia ingerido bebida alcoólica. Ele também relatou que seguia até sua casa, para pegar o crachá e ir trabalhar a partir da 4h50 do domingo, quando realizou seu turno.

Em oitiva, ele ressaltou que seguia na Campestre no sentido leste – oeste, deu seta para virar à esquerda, quando houve a colisão. Ele acredita que Jhonatan poderia estar em alta velocidade.

Após o acidente, populares acionaram o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e Jhonatan foi levado a uma unidade saúde próxima, porém não resistiu e veio a óbito.

A moto que estava o rapaz foi retirada do local da batida. Ela foi encontrada posteriormente em um lava-jato próximo. A Polícia Civil ainda irá fazer perícia na moto e no carro. Jhonatan não possuía CNH (Carteira Nacional de Habilitação). O motorista que não possui antecedentes criminais irá responder em liberdade por homicídio culposo na direção de veículo automotor.

Fim do mistério: polícia localiza condutor envolvido no acidente que matou jovem em Campo Grande
Mais notícias