Fazendeiro é multado por motosserra ilegal e exploração de madeira

Arrendatário de fazenda derrubou várias árvores das espécies aroeira e angico

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Cassilândia, a 436 km de Campo Grande, autuou o arrendatário de uma fazenda por exploração irregular de madeira e uso ilegal de motosserra.

Conforme a PMA, o infrator de 54 anos, derrubou várias árvores das espécies aroeira e angico. Os policiais informaram também que ele não tinha autorização ambiental para a área arrendada e a LPU da motosserra [documento de porte, uso e transporte]. A equipe apreendeu 3,5 m³ de palanques de aroeira e outros 2,5 m³ de estacas de angico branco.

Os policiais autuaram e multaram o arrendatário em R$ 7,9 mil. O infrator irá responder por crime ambiental de uso de motosserra sem documentação e exploração ilegal de madeira. A pena prevista para os crimes é de 3 meses a um ano de detenção.

Mais notícias