Fazendeiro é flagrado com madeira ilegal e com couro de onça pintada

Um fazendeiro de 55 anos foi multado em R$ 8,9 mil por armazenar madeira da espécie aroeira armazenada ilegalmente e um couro de animal silvestre em extinção. A propriedade rural fica localizada em uma propriedade rural, localizada na região da “Ponte do Gringo” na cidade de Guia Lopes da Laguna, cidade a 232 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com a polícia, a madeira estava disposta em palanques, já prontos para uso e não possuía autorização ambiental DOF (Documento de Origem Florestal), documento legal para se ter em depósito ou transportar qualquer produto florestal. Já em relação ao couro da onça pintada o proprietário alegou ser antiga, porém, não apresentou documentos que comprovassem a origem do produto.

O proprietário rural foi autuado administrativamente e multado em R$ 8,9 mil por ambos os crimes ambientais, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção, podendo a pena ser aumentada da metade em caso de ter em depósito produto de espécie animal rara e ameaçada de extinção.

Fazendeiro é flagrado com madeira ilegal e com couro de onça pintada
Mais notícias