Família tentou matar homem por causa de som alto e queimou a casa dele

A Polícia Civil prendeu uma família suspeita de tentar matar um jovem de 18 anos e incendiar a casa dele, na cidade de Bela Vista, na fronteira com o Paraguai, a 324 quilômetros de Campo Grande. O grupo agiu em retaliação por conta do som alto tocado pela vítima.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, a perturbação de sossego gerou discussão entre o rapaz e seus vizinhos. Conforme apurado, uma mulher atirou contra a vítima na intenção de matá-la, no dia 16 de junho, mas acertou apenas a mão. O rapaz foi socorrido e internado.

Enquanto ele estava no hospital, o marido dela, de 37 anos, e o filho dela (ambos padrasto e enteado), de 17 anos, incendiaram a casa do jovem, localizada na Vila Novo Habitar. A mulher foi presa na data dos fatos e o marido e o filho acabaram detidos nesta quinta-feira (27), pelo SIG (Setor de Investigações Gerais).

O homem ainda será autuado em flagrante delito pelo crime de posse ilegal de arma de fogo, referente ao fato de terem sido localizada no interior de sua casa várias armas de fogo e várias munições.

Mais notícias