Publicidade

Família é presa depois de montar marmitaria de fachada para entrega de drogas

Fazia entrega das drogas em marmitas

Um casal foi preso na noite desta segunda-feira (22), no bairro Rouxinóis, em Campo Grande, depois de denúncias de que na marmitaria montada por eles, ‘Marmitaria da Japa’ funcionava na realidade um comércio de drogas.

Foram presos pelos policiais da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) Elisangela Cristina Nagata e o marido dela Edson Yoshi Nagashi. A polícia teria sido avisada que no estabelecimento havia uma movimentação estranha, sendo que ao irem até o local os policiais flagraram quando um entregador conhecido como ‘cabecinha’ havia saído na companhia de um rapaz para fazer uma entrega. Além da motocicleta, eles também usavam um Honda Civic para a entrega das marmitas ‘recheadas’ com drogas.

Foi dada ordem de parada aos dois, mas a dupla fugiu e o jovem acabou saltando da motocicleta sendo alcançado pelos policiais. Ele confessou que tinha recebido ordens da ‘Japa’ para fazer a entrega de um tablete de maconha e disse que na marmitaria teria mais droga escondida, cocaína e maconha.

Já na marmitaria, a polícia encontrou dinheiro da comercialização da droga, balança de precisão, drogas. A dona da suposta marmitaria teve de ser algemada depois de passar a se machucar quebrando vidros de perfume. O rapaz contou ainda aos policiais, que o casal fazia a comercialização de entorpecentes a algum tempo no local.

‘Cabecinha’, Jefferson Alves Biagi acabou sendo encontrado em sua casa e preso. Todos foram levados para a delegacia.

 

Mais notícias