Executado com três tiros no São Lourenço seria agiota, segundo a polícia

Suspeito fugiu em um Camaro amarelo

Segundo informações passadas pela polícia, Oswaldo Foglia Júnior, de 43 anos, executado com três tiros na noite desta terça-feira (16), no Jardim São Lourenço, em Campo Grande seria agiota e estava indo cobrar uma dívida.

Oswaldo teria ido cobrar uma dívida do suspeito quando houve a discussão em frente a um açougue, na rua Marquês de Lavradio, e o agiota executado com três tiros na cabeça dentro de seu carro um Toyota Corolla.

Depois de matar Oswaldo, o suspeito fugiu em um Camaro Amarelo e ainda não foi encontrado pela polícia.  A arma usada no crime seria uma pistola 380 e o suspeito tinha o registro da pistola com validade até maio de 2029.

Mais notícias