Estudante que furtava picanha de supermercados e revendia em bares é preso

Donos de bares foram autuados por receptação

Um estudante de 20 anos que praticava furto de picanha em supermercados da cidade Bonito, a 300 quilômetros de Campo Grande, foi preso após ser flagrado revendendo a carne para proprietários de bares da cidade, na última quarta-feira (13).

A prisão foi realizada após os policiais terem acesso às câmeras de segurança dos estabelecimentos que foram alvo do suspeito. Durante as investigações, além de identificar o autor do furto, os policiais identificaram proprietários de bares de Bonito, como os principais receptadores das carnes furtadas pelo estudante.

Conforme a Polícia Civil, a venda das picanhas foi realizada por valores bem abaixo de mercado. Os proprietários dos bares foram conduzidos à delegacia, onde foram autuados por receptação.

Ao todo foram recuperadas quatro peças de picanha, cada uma delas avaliada em R$ 89 aproximadamente. Os receptadores foram liberados após assinarem compromisso de comparecimento aos atos processuais. Já o estudante foi autuado em flagrante por furto e se for condenado pode pegar até 4 anos de prisão.

Mais notícias