Tentou negociar motocicleta furtada com vítima e acabou preso

Fazia negociações pelo WhatsApp

Valmir Alves de Souza, de 31 anos, foi preso em flagrante por receptação na noite de sexta-feira (16) em Deodápolis, cidade a 260 quilômetros de Campo Grande. Ele vendia motocicletas furtadas pela internet e acabou detido após tentar negociar com a vítima sem saber.

O proprietário da motocicleta procurou a polícia após ver o veículo furtado dias antes anunciado em um grupo de Facebook. Ele reconheceu a moto e também detalhes como pequenos rasgos no banco, então começou a negociar com o vendedor.

Segundo a vítima, Valmir negociou a motocicleta por R$ 2,2 mil e marcou um horário de encontro. Ele procurou a polícia em seguida e policiais militares e civis foram até a casa do suspeito. Conforme a polícia ele mentiu sobre a compra da moto, mas depois revelou que comprou há aproximadamente 4 dias.

A moto da vítima foi localizada e durante a abordagem o celular de Valmir não parava de tocar. Foi constatado que ele negociava a venda de outras duas motocicletas, também provenientes de furto. Os policiais conseguiram encontrar os veículos, que foram apreendidos.

Valmir foi preso em flagrante por receptação e encaminhado para a delegacia do município. Segundo o advogado de Valmir, Alfredo Antônio Alves de Assis Filho, ele comprou a motocicleta com nota fiscal a preço de mercado e revenderia também a preço de mercado.

“Valmir é trabalhador na usina, é de boa índole e jamais se dedicou a atividades criminosas. Se a vítima sofreu algum tipo de prejuízo ele está disposto a ressarcir”, afirmou o advogado. Ainda segundo ele, mediante apresentação da nota da compra do veículo Valmir foi liberado da delegacia.

*Matéria alterada às 11h44 para acréscimo de informações

Mais notícias