Embriagado, homem bate o carro e tenta registrar falso boletim por roubo

Autor tinha mandado de prisão em aberto e acabou permanecendo na delegacia

Um homem de 41 anos acabou preso depois de registrar um falso boletim de ocorrência por roubo. De acordo com registro policial, o autor procurou a delegacia para denunciar fato, mas depois confessou que bateu o veículo por estar bêbado e acabou abandonando o caro.

Conforme o boletim de ocorrência registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Dourados, um homem procurou o local, por volta das 10h30 deste domingo (23) para registrar um roubo, que teria acontecido por volta da 1h de hoje.

Segundo o homem, ele teria dado carona para uma mulher que ele não conhecia e em determinado momento do trajeto, quando ele reduziu a velocidade para passar em um quebra-molas, teria sido abordado por dois homens armados que roubaram seu carro, uma caminhonete L200.

O fato teria ocorrido próximo a rotatória de acesso ao Jardim Guaicurus e os bandidos teria fugido sentido a rodovia BR-163. No momento da ação, conforme o registro, a mulher teria se assustado e fugido. Neste momento o homem conta que foi dormir na casa de um amigo e só mais tarde procurou a polícia.

Entretanto, quando os policiais checaram os dados, descobriram que o homem tinha um mandado de prisão em aberto e foi encontrado em seu bolso a chave da caminhonete que teria sido roubada.

Enquanto o homem estava na delegacia, uma equipe da Guarda Municipal que atua UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Dourados, e que também estava no local, reconheceu o homem. Segundo eles, o autor teria procurado a unidade com sangue no corpo. Ao ser perguntado sobre o que teria ocorrido, ele disse que foi assaltado e passou a placa do veículo.

Em checagem, a Guarda Municipal constatou que a caminhonete havia sido encontrada abandonada batida na rua DA 1, no bairro Dioclécio Artuzzi. O carro foi conduzido ao pátio do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul).

Em interrogatório, o homem então confessou que dirigia embriagado, acabou batendo o veículo e decidiu abandoná-lo. Como ele tinha um mandado de prisão em aberto, acabou ficando na delegacia.

Mais notícias