Em ano sangrento, família perde quarto integrante assassinado por rixa

Crime aconteceu no final da tarde desta quinta-feira (14)

Gabriel Guilherme Fogaça de Oliveira, de 20 anos, foi assassinado no final da tarde desta quinta-feira (14), em Itaquiraí, a 401 quilômetros de Campo Grande. Ele é a quarta pessoa da mesma família executada neste ano. Além dele, foram mortos Lucas Alexandre Fogaça, 23 anos,  Vilmar Fogaça da Silva, 43 anos, e Matheus Fogaça de 17 anos. Crimes podem estar relacionados com vingança de homicídios cometidos por Matheus

Segundo boletim de ocorrência, a vítima chegava na casa do sogro no Jardim Primavera, com sua esposa no veículo, ocasião que um desconhecido se aproximou e atirou. Após ser baleado, ele foi colocado no banco traseiro e levado pela tia até o hospital da cidade, mas não resistiu.

Em julho, Lucas teve o veículo atacado por pistoleiros na manhã do dia 4, foi socorrido e morreu após dar entrada na Santa Casa de Naviraí. A esposa de 33 anos, e o filho de dois anos de idade, que estavam no carro, passam por atendimento na unidade de saúde.

As três vítimas estavam em um veículo Fiat Pálio, com placas de Itaquiraí, que seguia pela BR-163, quando o motorista parou no sistema Pare e Siga da CCR MSVia. Neste momento, um suspeito desceu de uma caminhonete e realizou os disparos contra o carro da família.

O casal foi atingido pelos tiros e no lado onde estava a cadeirinha da criança foram feitos oito disparos. Todos foram feridos pelos disparos e socorridos por equipe da CCR e Corpo de Bombeiros até o hospital da cidade de Naviraí.

As vítimas são sobrinhas de Vilmar, morto a tiros no dia 13 de junho, quando estava em um veículo estacionado em frente a uma residência de Itaquiraí. O filho de Vilmar, Matheus, foi encontrado morto uma semana depois da morte do pai, em uma estrada rural na cidade de Três Barras do Paraná. Matheus foi assassinado com dois tiros que atingiram a nuca

Mais notícias