Economista e comparsa são presos com 36,7 quilos de cocaína em hotel

Dupla mora na fronteira com o Paraguai e não revelou qual o destino da droga

Economista de 41 anos e um captador de imóveis de 62 anos foram presos pela PF (Polícia Federal) na noite de segunda-feira (21), transportando 36,7 quilos de cocaína. O flagrante aconteceu na cidade de Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande.

Segundo nota, a PF foi informada de que dois traficantes que haviam saído da fronteira com o Paraguai estariam hospedados em um hotel da cidade. A equipe então averiguou a denúncia e constatou que os indivíduos estavam no estabelecimento.

Eles foram abordados e presos, mas não disseram com quem pegaram a droga e para onde levaria. Os dois moram em Ponta Porã e no distrito de Sanga Puitã, que ficam na linha internacional com os municípios paraguaios de Pedro Juan Caballero e Zanja Pytã.

A dupla vai receber por tráfico de drogas e associação para o tráfico, sendo encaminhados para o Presídio de Segurança Média de Três Lagoas. Caso condenados, podem pegar até 25 anos de prisão.

Mais notícias