Dois são presos com carreta roubada e motorista segue desaparecido

Carreta seria levada para a Bolívia

A Força Tática da Polícia Militar em Corumbá, cidade distante a 419 quilômetros de Campo Grande prendeu duas pessoas, após flagrar uma carreta que foi roubada e seria levada para a Bolívia. O caso ocorreu na manhã deste sábado (23) e até o momento não há informações sobre o motorista da carreta.

Conforme informações do boletim de ocorrência, os militares faziam rondas pela parte alta da cidade, quando se depararam com uma carreta Volvo de cor branca em alta velocidade, que seguia sentido Assentamento Taquaral.

Foi feito acompanhamento da carreta, que entrou pela estrada sentido assentamento, os policiais notaram então que, na frente da carreta um veículo Palio mostrava o caminho que que deveria ser seguido.

Foi realizada a abordagem do Palio que era conduzido por Everaldo Junior Nazário, 25 anos e também de Alexandre Ferreira Nascimento, 44 anos que conduzia a carreta. Durante revista pessoal e busca nos veículos nada de ilícito foi encontrado.

Aos policias, Alexandre confessou que pegou a carreta na cidade de Taboão (SP), e ganharia o valor de R$ 1000 mil, para entregá-la na Bolívia e que ao chegar na entrada da cidade, Everaldo entrou em contato com ele, e o encontrou para guia-lo até o local da entrega da carreta no país vizinho.

Everaldo confessou que era batedor da carreta, e que para isto receberia o valor de R$ 500. Diante dos fatos ambos foram encaminhados para Delegacia de Polícia Civil juntamente com os veículos para providências cabíveis.

Na delegacia ao checar a placa da carreta foi verificado que não possuía nenhum boletim de ocorrência, mas em contato com os proprietários do veículo, informaram que não estavam conseguindo contato com o motorista, e que Alexandre não era o mesmo motorista que tinha saído da empresa com a carreta.

Diante dos fatos o proprietário registrou boletim de ocorrência relatando sobre o desaparecimento do motorista da carreta, já que não há informações sobre seu paradeiro e o roubo do seu veículo. O caso foi registrado na Primeira Delegacia de Polícia de Corumbá e segue em investigação.

Mais notícias