Policiais rodoviários federais são presos por ligação com contrabando em MS

Em uma das casas do alvo da operação, a polícia apreendeu celulares usados como ‘comunicadores’

Dois policiais rodoviários federais foram presos nesta quarta-feira (31), durante a deflagração da Operação Trunk feita pela Polícia Federal contra o contrabando. A operação cumpre mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva.

Um dos policiais foi preso em Rio Brilhante enquanto trabalhava, na BR-163.  O outro policial foi preso em Nova Alvorada do Sul. Laércio Barbosa, de 54 anos, um dos policiais presos seria arrendatário em um motel, na cidade de Ponta Porã. O local também foi alvo de buscas pelos agentes nesta quarta (31).

Na casa de um dos alvos, os agentes ainda apreenderam celulares que eram usados como comunicadores pela quadrilha. A operação teve início em julho de 2018, após a apreensão de um caminhão carregado com 430 mil maços de cigarros de origem paraguaia. Ao todo, no período de um ano, outros 19 carregamentos foram apreendidos e 26 pessoas presas. Os valores dos produtos apreendidos ultrapassam R$ 70 milhões.

São cumpridos na Operação Trunk, 15 mandados de busca e apreensão e 8 de prisão preventiva. Policiais estariam envolvidos no esquema para facilitar a entrada de produtos no Brasil, assim como a de um político. Já foram apreendidas armas de fogo e há informação de que policiais já teriam sido presos. A polícia cumpre mandado em um motel na região de Ponta Porã e em residências.

Os mandados cumpridos são em Campo Grande, Dourados, Ponta Porã, Rio Brilhante e também em Embu-Guaçu (SP) e São Bento (PB). Há informação de sequestro de veículos, imóveis e valores financeiros.

Mais notícias