Denúncia anônima entrega armamento alemão de guerra no Jardim das Macaúbas

Homem disse que comprou armamento por R$ 9 mil

Uma denúncia anônima levou a polícia militar até uma residência no Jardim Macúbas, em Campo Grande, onde um homem de 29 anos guardava um armamento de fabricação alemã usado em guerras. Na casa, também foi encontrada cocaína.

Os policiais foram até a residência por volta das 4 horas da madrugada desta terça-feira (19), quando receberam uma denúncia anônima de que na casa havia armamento e drogas. Quando chegaram ao local, a esposa do homem saiu afirmando aos militares que ele estava quebrando seu celular.

Quando entraram na residência, encontraram uma pistola metralhadora, MP. 28.II de marca System Schmeysser Patent 9mm, com dois carregadores com capacidade para 32 munições cada um, além de outras 17 munições, que segundo declaração do autor havia adquirido por R$ 9 mil há dois anos. Também foi encontrada porções de cocaína na casa e vários plásticos para embalar a droga.

O homem foi levado para a delegacia e autuado por tráfico de drogas e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Pistola metralhadora

A MP18 foi uma pistola metralhadora utilizada pelo exército Alemão durante a Primeira Guerra Mundial. Produzida de 1918 a 1920, com as suas derivações a serem também utilizadas na Segunda Guerra Mundial. Em 1915 a Comissão Alemã de Testes de Espingardas em Spandau decidiu desenvolver uma nova arma para o combate em trincheiras.

A intenção original da comissão de modificar uma arma já existente com este objectivo provou-se impossível devido a problemas técnicos, e como tal o desenvolvimento e plano de uma arma completamente nova era necessário. Hugo Schmeisser eventualmente desenhou uma arma que preenchia todos os requisitos. Esta arma foi designada Maschinenpistole 18.I (MP18.I). Produzida pela Bergmann, a arma serviu nos finais da guerra e também foi utilizada pela polícia alemã após o fim da guerra.

Mais notícias