Delegado preso após sumiço de cocaína é afastado oficialmente

Está preso na 3º Delegacia de Polícia Civil

Foi publicado no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (26) o afastamento do delegado Eder de Oliveira, que era titular da 1º Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana – a 135 quilômetros de Campo Grande. Ele foi preso após o sumiço de uma carga de 101quilos de cocaína do prédio da delegacia, no dia 10 deste mês.

Ele foi afastado compulsoriamente até o prazo que perdurar a prisão dele, segundo o Diário Oficial. A arma e a carteira funcional do delegado foram recolhidas, assim como, suas senhas de acesso a dados da instituição policial foram suspensas.

Eder está há 19 anos na corporação, já serviu nas cidades de Rio Verde, Juti e Rio Negro, e responde a um processo criminal e processos administrativos. A descoberta do envolvimento do delegado com o sumiço da cocaína se deu com a quebra de sigilo de dados que encontrou mensagens que apontam para o envolvimento do delegado e de mais 11 pessoas no sumiço de 101 quilos de cocaína.

Além dele, também foram presos uma advogada e o marido dela, um homem dono do automóvel Corolla usado para transportar a droga, a esposa dele e o pai dele, bem como quatro presos por atraso no pagamento de pensão alimentícia e dois presos do semiaberto.

Mais notícias