Comerciante que atirou em cliente que reclamou de cerveja quente é condenado a 3 anos

Homem deverá cumprir pena prestando serviços comunitários

O comerciante Valdir Jesus do Bomfim foi condenado a pena de três anos de reclusão e três meses de detenção por atirar em um cliente que teria reclamado que a cerveja estava quente. O julgamento de Valdir foi realizado nesta quinta-feira (14) na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande.

O crime aconteceu no dia 26 de março de 2017 no bairro Parque do Lageado, quando o cliente teria comprado cerveja no estabelecimento ‘conveniência do Valdir’. Ao reclamar que a bebida estava quente, Valdir atirou contra o cliente, que foi atingido na nádega. A vítima foi socorrida e Valdir foi levado para a delegacia, onde foi autuado em flagrante.

Durante julgamento nesta quinta-feira, a vítima prestou depoimento e manifestou que desejava que Valdir fosse condenado por lesão corporal, no entanto, o Ministério Público sustentou a tese de tentativa de homicídio. Já a defesa do comerciante alegou que Valdir não tentou matar o cliente.

Os jurados foram convencidos pela defesa. O crime de tentativa de homicídio foi desclassificado e Valdir foi condenado pelo crime de lesão corporal de natureza leve, também pelo porte ilegal de arma de fogo.

Como a pena foi inferior a quatro anos, Valdir cumprirá a condenação prestando serviços comunitários e também pagará dois salários mínimos para o judiciário, que destina o dinheiro a projetos comunitários.

Mais notícias