Com sinais de tortura, corpo em avançado estado de decomposição é encontrado em córrego

Sofreu traumatismo craniano depois de pancadas na cabeça

Foi encontrado na manhã desta segunda-feira (4), em um córrego em Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã a 346 quilômetros de Campo Grande, o corpo de um homem em avançado estado de decomposição. Ele ainda não foi identificado.

Populares chamaram a polícia por volta das 9h30 da manhã desta segunda (4) avisando da descoberta do corpo do homem, que estava no córrego Marcos Chorro, próximo ao bairro General Genes. A vítima estava em meio ao lixo e já estava em avançado estado de decomposição. Segundo o médico legista, o homem teria sido assassinado há pelo menos cinco dias.

A vítima tinha ferimentos na cabeça que causaram traumatismo craniano e consequentemente a sua morte. O homem tinha uma tatuagem no antebraço esquerdo onde estava escrito ‘Marino’, segundo o site Porã News. A polícia paraguaia acredita que ele seja brasileiro.

Segundo informações preliminares da polícia, o homem teria sido torturado, assassinado em outro local e o corpo desovado no córrego. O caso é investigado e a polícia não descarta nenhuma linha para solucionar o crime.

Mais notícias