Publicidade

Com bolsa de mestrado, acadêmico da UFMS tinha laboratório para fabricar até haxixe

Tudo pelo social: garante que não vendia, apenas distribuía para os amigos

Igor Alexei Rodrigues Amorim de 25 anos foi preso nesta terça-feira (11), com um laboratório para produção de drogas em sua residência, no bairro Monte Carlo, em Campo Grande. Ele era bolsista em mestrado de biologia, na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

Denúncias anônimas levaram a polícia até a casa do rapaz, que foi encontrado na esquina fumando cigarro de maconha. Na residência, em um quarto nos fundos foi encontrado um laboratório rudimentar para a fabricação de haxixe, que segundo ele seria para oferecer aos amigos, que não era comercializada.

Ainda na casa, os policiais encontraram três quilos de maconha, que segundo Igor era para seu pessoal. O bolsista disse que começou a fabricar a droga há quatro anos, quando pesquisou na internet como fazer.

Ele, então, teria tido a ideia de montar um laboratório em casa e fazer a fabricação do haxixe. Igor recebia uma bolsa de mestrado em biologia da UFMS, no valor de R$ 1.500. Ele foi autuado por tráfico de drogas.

 

Mais notícias