Caçadores exibem animais abatidos nas redes sociais, são identificados e multados

Três homens mataram ao menos ma capivara, um tatu-galinha e um javali

Caçadores que exibiam animais abatidos na internet foram identificados e multados em R$ 1.500 cada, pela PMA (Polícia Militar Ambiental). Conforme nota, os policiais receberam denúncia de que três homens, de 33, 35 e 54 anos, moradores em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, mataram uma capivara, um tatu-galinha e um javali.

 O resultado da caçada foi postado pelos autores nas redes sociais e eles foram rapidamente identificados. Segundo a polícia, os caçadores informaram que o abate havia ocorrido há duas semanas, nas proximidades do distrito de Macaúbas, onde residem.

 Eles alegaram ainda que não chegaram a usar armas de fogo na caça. Mesmo assim, foram multados e vão responder por crime ambiental de caça ilegal, com pena prevista de seis meses a um ano de prisão, com possibilidade de aumento por mais seis em razão do abate do tatu-galinha, animal que consta na lista das espécies em extinção.

 

Mais notícias