“Bandoleiro” do PCC enterrava droga em barraco para despistar polícia

Investigadores percorreram 30 quilômetros para prendê-lo

A Polícia Civil prendeu na manhã desta quarta-feira homem identificado apenas como Bandoleiro, integrante da facção PCC (Primeiro Comando da Capital). Ele traficava em benefício do crime organizado e costumava enterrar droga em um barraco para despistar a fiscalização.

Para localizá-lo, os investigadores precisaram andar cerca de 30 quilômetros na zona rural. Ele responde por tráfico, associação para o tráfico, receptação e tinha um mandado de prisão em aberto. De acordo com a polícia, ele foi preso a partir de denúncias anônimas, de que estaria escondido em fazenda, na casa de familiares.

A polícia foi ao local e conseguiu detê-lo. Diante dos fatos, ele acabou confessando que havia escondido a droga em seu barraco no bairro Parque Estoril, no perímetro urbano. Lá, a equipe encontrou 749 gramas de maconha. O apelido, bandoleiro, foi dado justamente por conta da conduta dele, ligada ao tráfico e roubo.

Mais notícias