Presa em casa, mulher diz que matou idoso para se defender

Na fuga ela roubou maços de cigarro da vítima

Foi presa na terça-feira (3) Gislene Aparecida de Andrade, a ‘Fia’, pelo homicídio de Raimundo Nonato da Silva, de 66 anos. O idoso foi encontrado morto a facadas em casa, no último sábado (29), em Nova Andradina, cidade distante 297 quilômetros de Campo Grande.

Conforme as informações do SIG (Setor de Investigações Gerais), ‘Fia’ foi encontrada em casa e encaminhada para a delegacia, onde confessou o crime e deu detalhes sobre o homicídio. Ela contou que mantinha um relacionamento amoroso com Raimundo há vários anos e no dia 28 foi até a casa dele por volta das 6 horas.

Segundo a autora, eles se desentenderam e começaram a brigar, quando o idoso teria pegado uma faca de cozinha e partido para cima dela. Ela contou que conseguiu pegar a faca e acabou golpeando o idoso, que morreu em seguida. Conforme o site Jornal da Nova, ela ainda roubou 15 pacotes de cigarro que estavam na casa da vítima antes de fugir.

Ela vendeu os cigarros para um comerciante da cidade, que foi identificado. A autora afirmou que não tinha intenção de matar a vítima e que tinha sido atacada por ele. Ela teve prisão preventiva decretada e foi encaminhada para a Delegacia de Batayporã.

Mais notícias