Após assassinato de policial militar, homem é morto em bar em menos de 24h

Segundo crime ocorreu em menos de 24 horas na cidade de Aquidauana

Após o assassinato do policial militar ambiental Jurandir Miranda, mais uma pessoa foi assassinada, em menos de 24 horas na cidade de Aquidauana, cidade a 130 quilômetros de Campo Grande.

O segundo crime aconteceu na noite desta sexta-feira (25) ao lado de um bar no cruzamento das ruas Duque de Caxias com a Giovane Toscano de Brito, no Bairro Alto. Segundo informações, o autor chegou ao local e disparou contra a vítima.

Vilson Nascimento Nogueira, 48 anos, conhecido como “Amarelinho”, foi atingido por dois tiros e morreu no local, publicou o Blog da Gi.

Assassinato do PMA

Na noite desta quinta-feira (24), o policial Izaque Leon estava em uma lanchonete de sua propriedade em Aquidauana, quando o PMA Jurandir, segundo os registros policiais, teria chegado em uma motocicleta. Ele teria feito movimentos bruscos e, sem descer, foi alvejado pelo soldado.

Foram seis tiros, e um atingiu a artéria femural de Jurandir, que morreu no hospital. O policial ambiental caiu no chão, e outro policial militar que passava pelo local no momento do crime teria separado a briga. Leon fugiu do local do crime.

Mais notícias