Após 7 meses de investigação, polícia identifica 4 que furtaram R$ 100 mil de farmácia

Todos os investigados possuem diversas passagens pela polícia

Após pouco mais de sete meses de investigação, a Polícia Civil identificou os quatro homens envolvidos no furto de R$ 100 mil de uma farmácia de Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande. Dois suspeitos foram presos na manhã desta sexta-feira (29) pela equipe do SIG (Setor de Investigações Gerais), em cumprimento a mandados de prisão expedidos pela 2ª Vara Criminal do município.

De acordo com as informações da Rádio Caçula, os autores foram identificados pelos apelidos, Natinha de 33 anos de idade, Tio Ram, 35, Gaspar, também de 35 anos e Pinduca, 44 anos. Durante as investigações foi constato que o Pinduca já se encontrava preso na Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande. Natinha e Pinduca foram os mentores do crime, os demais, Tio Ram e Gaspar, ficaram encarregados de executar o crime.

Durante a prisão de Gaspar, foi apreendida uma bicicleta de marca Caloi Poti, de cor roxa, objeto de furto, ocorrido no último dia 27, no posto de saúde do bairro Guanabara. Diante das circunstancias, ele foi autuado em flagrante delito pelo crime de receptação dolosa.

O furto foi registrado no dia 6 de abril deste ano. Todos os investigados possuem diversas passagens pela polícia e, após cumprimento da ordem judicial, foram encaminhados ao presídio local, à disposição da Justiça.

Mais notícias