Antes de ser assassinado com tiros na cabeça, jovem pediu perdão aos pistoleiros

Gustavo foi morto com dois tiros na cabeça e um nas costas

Antes de ser assassinado neste domingo (28) a tiros, na cidade de Dourados – a 225 quilômetros de Campo Grande, Gustavo da Silva Pereira, 20 anos, teria pedido perdão aos autores.

Testemunhas contaram à polícia que o rapaz estava conversando com duas pessoas antes do crime, quando houve discussão e Gustavo saiu correndo sendo atingido por um tiro nas costas.

Em seguida, os autores foram até a vítima e fizeram dois disparos contra a sua cabeça, mas antes dos tiros no rosto de Gustavo, ele teria perdido perdão aos assassinos, segundo o site Ligado na Notícia. Ao lado do corpo foram encontrados dois capacetes e uma carteira.

A moto que estava com Gustavo não foi achada, assim como, os autores não foram encontrados. Não se sabe os motivos para o crime. A mãe da vítima contou que o filho saiu dizendo que ia dar uma volta de moto.

Mais notícias