Comerciante é morta a tiros pelo marido dentro de pizzaria

Suspeito foi preso no momento em que tentava fugir

Segundo informação, Andreia estava grávida e foi morta com cinco tiros (Arquivo pessoal)

A comerciante Andreia Pereira Schwantes, proprietária de uma pizzaria, foi morta em seu estabelecimento na noite desta terça-feira (18) no Centro de Aral Moreira, cidade a 371 quilômetros de Campo Grande.

Segundo informação, Andreia estava grávida e foi morta com cinco tiros. O suspeito pelo crime é o próprio marido da vítima, identificado como Jair Verlei Schwantes, 39. Jair foi preso logo depois, no momento em que tentava fugir em uma caminhonete Toyota Hilux. Ele foi preso em flagrante por feminicídio e levado à delegacia.

Alertados sobre o caso, a Polícia Militar isolou a área após confirmar o fato e comunicou os investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) e agentes da Polícia Técnica, coordenados pelo delegado Dr. Eduardo Ferreira de Oliveira.

Segundo feminicídio contra grávida na fronteira nesta semana

Tarcila Giovana Fraga, 18, foi encontrada morta na manhã do último domingo (16) em um milharal em Ponta Porã, 346 km de Campo Grande. O cadáver já estaria no local há cerca de quatro dias.

Moradores acionaram a polícia após encontrarem o corpo jogado na plantação. A perícia também foi chamada e durante trabalho, foi identificado que a vítima estava com sinais de tiros pelo corpo. Porém, no local não foi localizada nenhuma cápsula de munição. (Atualizada para acréscimo de informações)

 

Mais notícias