Advogada é presa suspeita de envolvimento com sumiço de 100 quilos de droga em delegacia

Uma advogada de Aquidauana está presa desde o último sábado (15) suspeita de envolvimento no sumiço de 100 quilos de cocaína da delegacia de Aquidauana, cidade a 140 quilômetros de Campo Grande. A droga está avaliada em RS 2 milhões e a descoberta do desaparecimento da carga de cocaína aconteceu no dia 10 de junho.

Almiro Tamashiro Quelho, advogado da suspeita, conta que até o momento não teve acesso ao boletim de ocorrência do caso. Ainda segundo Almiro, sua cliente que alega não ter envolvimento na ocorrência, deveria ser, mas não foi ouvida nesta segunda-feira (17).

Outros dois advogados da subseção da OABMS (Ordem dos Advogados de Mato Grosso do Sul) em Aquidauana também acompanham o caso. A casa da advogada chegou a ser revistada duas vezes pela Polícia Civil. A Corregedoria da polícia também acompanha o caso.

Ainda segundo Almiro, caso a advogada não seja escutada nesta terça-feira (18), a defesa irá procurar o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), para ter acesso ao inquérito.

“Foram lá, revistaram duas vezes a casa dela. Temos que ter acesso a documentação, nós não estamos tendo acesso”, disse Almiro a respeito do inquérito.

O delegado titular Eder de Oliveira chegou a ser transferido nesta segunda após o episódio. A transferência do delegado foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta segunda-feira (17).