Acusado de sequestrar filha e matar ex a facadas é preso em fazenda

Ele usava uma identidade falsa quando foi detido

Marcelo Elias Paulino, de 29 anos, foi preso na noite de quinta-feira (19) em uma propriedade rural de Aparecida do Taboado, cidade distante 457 quilômetros de Campo Grande. Ele estava foragido por sequestrar a filha de 1 ano e matar a ex-mulher em agosto de 2016 em Frutal (MG).

Segundo detalhes da polícia, as equipes de Aparecida do Taboado receberam a informação de que o suspeito de cometer os crimes de sequestro e homicídio, além de estupro, estaria escondido naquele município. Com os mandados de prisão, os policiais civis foram até a fazenda onde Marcelo estaria escondido.

Na propriedade rural foram encontrados Marcelo e João Vitor de Carvalho, de 22 anos, já conhecido no meio policial pela prática de roubos. Marcelo tentou enganar os policiais se apresentando como Ailton e mostrando uma identidade falsa, mas acabou confessando os crimes cometidos em Frutal (MG) e foi detido.

Na casa foi encontrado um revólver calibre 32 e munições, que seriam de João Vitor e que tinha comprado de Marcelo por R$ 1 mil. Uma espingarda calibre 22 foi localizada e Marcelo assumiu a propriedade da arma. Além do cumprimento dos mandados por homicídio, estupro e sequestro, Marcelo ainda responderá por falsa identidade, porte ilegal de arma de fogo e resistência. João deve responder pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

Sequestro e homicídio

Marcelo é acusado de sequestrar a filha de 1 ano e assassinar a ex-mulher Meiriane Soares Paulino, de 22 anos. O crime aconteceu no dia 10 de agosto de 2016 e segundo a polícia o acusado sequestrou a criança e disse que só a devolveria se a ex fosse até a casa dele para buscá-la.

Quando a mulher foi até a residência, foi atacada por Marcelo. A mãe do autor ainda o segurou e pediu que a vítima corresse, mas não conseguiu controlar o rapaz, que esfaqueou Meiriane várias vezes. Ela foi levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Mais notícias