Acusado de matar homem a facadas em conveniência diz que agiu em legítima defesa

Rogério foi esfaqueado na cabeça e no pescoço

Se apresentou nesta terça-feira (19), na delegacia da cidade de Navirai a 359 quilômetros de Campo Grande, Jhonatan Barrozo dos Santos de 27 anos. Ele é acusado de matar a facadas Rogério dos Santos Paulo de 32 anos, na madrugada do dia 15 de novembro em uma conveniência.

No dia do crime, a polícia chegou a ir até a casa de Jhonatan, mas não o teria encontrado. Já na tarde desta terça (19), ele compareceu na delegacia acompanhado de seu advogado, e disse em depoimento que matou Rogério para se defender de assassinado por ele com uma faca.

Segundo informações passadas para o site Tá na Mídia Naviraí, os dois tinham uma rixa antiga e no dia do crime Rogério teria ameaçado o autor, que esfaqueou a vítima no pescoço e cabeça.

Rogério chegou a correr para pedir socorro, mas acabou morrendo antes de receber atendimento médico. No dia do crime, testemunhas afirmaram que ele havia sido agredido a facadas e atravessou a rua correndo, mas caiu em frente a um imóvel. Por conta da confusão, todos os frequentadores do estabelecimento fugiram do local.

Mais notícias