Publicidade

Acusado de matar comerciante a tiros diz que foi estuprado por ele

Diz que foi estuprado duas vezes por Armandinho

Laucídio Fernandes Pereira preso pelo assassinato de Armando Rodrigues dos Santos, de 72 anos, disse em depoimento que matou o comerciante na última segunda-feira (2), por ter sido estuprado por ele, quando tinha 14 anos. O crime aconteceu na cidade de Coxim – a 253 quilômetros de Campo Grande.

Segundo o relato de Laucídio, ele trabalhava com Armandinho em clube da cidade, e que os estupros aconteciam no local. Ele ainda disse que foi por duas vezes abusado quando tinha 14 anos, e que em 2000 teria tentado se matar, mas não conseguiu.

Informações passadas para o site Edição de Notícias são de que, quando Laucídio encontrou a vítima teria perguntado se ele se lembrava do que havia feito no passado, e Armandinho teria respondido que teria de fazer de novo para se lembrar. Ainda segundo informações, em 2017 o autor teria tentado matar o idoso. Laucídio já foi levado para o presídio de Coxim.

Armandinho saía de um açougue na cidade, quando um Fiat Strada, cor prata, parou e o motorista desceu atirando. Armando tentou se defender colocando o braço esquerdo na frente, mas o tiro atingiu uma artéria, que causou a morte do comerciante.

 

Mais notícias