Acordo: Justiça expulsa do Paraguai membros das facções criminosas PCC e CV

Seis membros de facções criminosas foram levados para Pedro Juan Caballero e Ponta Porã

Nesta quarta-feira (27) membros das facções criminosas PCC (Primeiro Comando da Capital) e do CV (Comando Vermelho) foram expulsos do Paraguai pela Justiça. Eles foram entregues a autoridades de Pedro Juan Caballero e de Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande.

Foram expulsos sete criminosos brasileiros identificados como Jonas Ramos dos Santos, Manoel Francisco de Moraes, Lucas Frazão, Manuel Cristian Alberto Roberti da Silva e Keiton Marciano do Nascimento. Sobe um forte esquema policial, os membros das facções foram entregues as autoridades brasileiras.

Segundo informações passadas para o site Ponta Porã Informa, os membros das facções representavam grande perigo ao país, e por isso, em um acordo foram expulsos para que cumpram suas penas pelos crimes cometidos no país de origem.

Depois de um motim em uma penitenciária paraguaia em junho deste ano, foram expulsos do país pelo menos 120 membros da facção PCC. Na época, o Ministério do Interior do Paraguai havia afirmado que expulsaria pelo mais 400 membros da facção criminosa.

Mais notícias