VÍDEO: Após cenas de jovem decapitada vazarem, mais 8 são presos

Dois adolescentes estariam envolvidos no crime

Após a circulação de um vídeo que mostra a jovem Lailla Cristine de Arruda de 19 anos sendo julgada pelo ‘Tribunal do ’, mais oito foram presos acusados pela execução.

Nas imagens, Lailla fala que “ CV (Comando Vermelho) aqui em Sonora vão tudo (sic) morrer”, quando questionada por um dos integrantes da facção criminosa (Primeiro Comando da Capital) sobre o que iria acontecer com ela, a jovem respondeu “morrer”.

Foram presos Uanderson Ferreira Ananias, de 25 anos, conhecido como ‘Jamaica’; Odimar dos Santos, 23 anos, conhecido como ‘Piloto’; Victor Hugo Lopes da Cruz, 18; Vitória Valdina Souza da Silva, 18; João Paulo da Silva, 22, conhecido como ‘JP’; Maycon Douglas Almeida, conhecido como ‘Maicola’ e Matheus do Nascimento, 22, conhecido como ‘Cuiabano’ e apreendido um adolescente de 16 anos.

De acordo com o site Edição de Notícias, o celular de Lailla, de onde foram feitas as imagens, estava enterrado no quintal da casa de ‘Jamaica’. No aparelho, a polícia encontrou fotos com apologia a outra facção criminosa, CV, e por isso, a jovem foi sentenciada a morte.

A jovem foi ‘julgada’ em um quarto que fica nos fundos de um lava-jato. Ela teria sido atraída até o local pelo ex-namorado, Victor Vinicius e por Vitória Valdina. O grupo irá responder por associação criminosa e homicídio triplamente qualificado.

O crime

O corpo de Laila Cristina de Arruda, de 19 anos, foi encontrado decapitado no dia 1º de maio, em uma plantação de cana-de-açúcar, próxima ao Rio Confusão, em Sonora. A jovem estava desaparecida há dois dias.

Laila foi encontrada por volta das 14 horas e estava com as mãos amarradas para trás. Em uma semana esta é a segunda morte associada ao crime organizado na cidade. No dia 25, um menino de 14 anos foi morto por um adolescente de 17 após desentendimento por causa de uma mulher.

 

 

 

 

VÍDEO: Após cenas de jovem decapitada vazarem, mais 8 são presos
Mais notícias