Sete são presos em MS com envolvimento em contrabando de cigarros

R$ 5 mil em dinheiro foram apreendidos

Entre abordagens e fugas, sete pessoas foram presas, na noite deste domingo (25), suspeitas de envolvimento em contrabando de cigarros de origem paraguaia. Duas carretas, uma delas com 800 caixas de cigarros, três carros de passeio e R$ 5 mil foram apreendidos.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta das 21h00, policiais civis de Iguatemi avistaram uma VW saveiro de cor branca e logo em seguida uma carreta baú acoplada. Desconfiados de que o primeiro veículo estava servindo de ‘batedor’ para a carreta, foi realizada abordagem dos dois veículos.

Dentro do compartimento de carga da carreta foram encontrados aproximadamente 800 caixas de cigarros paraguaios. Na Saveiro havia dois ocupantes, de 24 e 28 anos, que assumiram o envolvimento com o contrabando. O motorista da carreta fugiu para a mata à margem da estrada e não foi encontrado.

Enquanto eram realizados os procedimentos para retirada do caminhão do local, dois veículos, um Fiat Siena e um VW Golf, passaram diversas vezes pelo local, como se estivessem vigiando a carga.

Foi dada voz de parada ao motorista do Golf, que não obedeceu e fugiu. A Polícia Militar de Iguatemi foi acionada para dar apoio no local, já que os policiais desconfiaram que poderia ocorrer uma tentativa de resgate da carga.

Estranhamente, policiais encontraram três caixas da mesma marca do cigarro apreendido, abandonadas em frente à delegacia de Iguatemi. Foi decidido então, que segurança, os dois detidos, o caminhão e a Saveiro seriam levados para a unidade da Polícia Federal de Naviraí.

Quando a carreta começou a ser removida, apresentou problemas mecânicos. Ao parar em um posto de gasolina os policiais pediram ajuda a uma pessoa que estava no pátio, que realizou supostos reparos no veículo.

A viagem continuou, mas na rodovia MS 295, o caminhão apresentou problemas mais sérios e precisou ser guinchado, momento em que os policiais avistaram outro caminhão, um veículo Scania 440, sendo escoltado por um veículo Siena, em um trecho de estrada de terra que daria em outra estrada sentido Paraguai.

Foi dada ordem de parada a esses outros dois veículos, sendo que o condutor do caminhão fugiu a pé e o condutor do Siena fugiu com o carro. Após alguns minutos, um dos motoristas voltou ao local e foi preso. Ele era a mesma pessoa que ajudou a supostamente arrumar o caminhão que havia sido apreendido com a carga de cigarros.

Ele foi levado à delegacia e confessou que iria levar o caminhão para o Paraguai para ser carregado com cigarros e que os homens do veículo Siena Branco eram batedores, que receberia por volta de R$ 5 mil para fazer o serviço.

A equipe voltou até o local onde estava o caminhão quebrado, quando o mesmo carro Siena que tinha fugido momentos antes, foi avistado. A polícia realizou o acompanhamento tático e precisou chegar a 180 km/h para poder pará-los.

O motorista e o passageiro foram presos. Com eles foram encontrados dois celulares e R$ 5 mil reais em dinheiro.

Por incrível que pareça, o motorista do WV Golf, que  tinha conseguido fugir dos policiais durante a primeira abordagem, passou pelo mesmo local onde estava o caminhão com problemas mecânicos, foi avistado pelos agentes e fugiu novamente.

Se deu início a outro acompanhamento tático. A Polícia Militar de Eldorado foia cioanda para dar apoio. Os militares encontraram o suspeito. Ele não explicou porque estava vigiando a carga de cigarros e fugiu.

Todos os sete suspeitos foram presos e os veículos encaminhados para a delegacia.

Mais notícias