Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

SED acompanha caso de criança que morreu após ser agredida na saída de escola da Capital

Gabrielly morreu após ser agredida na saída de escola no Nova Lima

A Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul (SED) informou que vai acompanhar o caso da estudante Gabrielly Ximenes de Souza, de apenas 10 anos de idade, que morreu nesta quinta-feira (6), uma semana depois de ter sido agredida na saída da Escola Estadual Lino Villachá, localizada no bairro Nova Lima em Campo Grande.

A secretaria informou que mesmo o caso acontecendo fora das dependências escolares, vai acompanhar as investigações, junto com a coordenadoria de gestão escolar.

Entenda

No dia 29 de novembro, houve um desentendimento dentro da escola, após uma das meninas xingar a mãe da vítima. Houve discussão e uma promessa de acerto de contas no final da aula.

Cerca de 350 metros da escola, a menina teria sido agredida por outras duas alunas, que estudavam na mesma sala de Gabrielly. Ela chegou a ir para a unidade de saúde, foi liberada, mas voltou nesta quarta-feira (5) com muitas dores.

A menina estava com um coágulo na virilha, foi submetida a cirurgia, mas teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. O caso segue a cargo da Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude (Deaij).

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...